Monday, April 30, 2012








California Trip - LA









L.A. vista de cima e há noite nada tem de especial. O caminho que fizemos até lá é que é bonito seguindo sempre pela Mui famosa Mulholland Drive.  Nao é uma cidade para ir com crianças, tem transito que nunca mais acaba e os parques sao carissimos. pensamos logo em ficar pouco tempo e ver 2 ou 3 Coisitas. primeiro foi o Madame T.  O filho gostou e nós tb. um bocadinho de brincadeira só faz bem!







Depois do passeio da fama e de ver o teatro chines apenas por fora, que é bonito, e sendo LA uma confusão optamos por passar o dia no museu de arte, onde, por 15 dolares podes ver "molhos" de exposições. desde picasso, matisse, etc etc mas o que me levou lá foi Frida K. 






Como devem imaginar ir para um museu com uma criança de 5 anos não é fácil mas o pai dele valeu-me para além de " As Aventuras surrealistas de mulheres artistas no México" foi possível ver mais qualquer coisa. Quando chegou a vez do pai eu Saí com o D. para o ar fresco, para onde aliás ele me tentava empurrar há uns bons minutos e pode então "have fun" porque nas férias "have fun take turns".  

No caso dele foi num quadrado de 6X6 com "esparguete para gigante" (segundo algumas raparigas que por lá andavam) E que dizia "pode tocar mas seja gentil"..... Hummm.....só vi isso no fim pelo que não me preocupei com disciplina e ele, verdadeiramente teve a sua Fun.























Embora tenha ido a LA sem grandes expectativas, uma das coisas que achava que ia ver na famosa Venice beach era graffiti de qualidade e isso não aconteceu. A rua está cheia de "Artistas" . Tudo muito degradado. 
Esperava ver,  quem sabe, alguém a dançar hip hop....mas nada de qualidade. O melhor que aconteceu e de que não guardo registo fotográfico ( pois não tive coragem),  foi um rapaz novo estar a cantar, bastante bem e por isso ter pessoal a curti-lo,  e eu olhei no sentido inverso ao da multidão e descobri um Sr mais velho à janela,  uma janela já sem vidro num prédio de 1º andar decrépito,  a esculpir um objecto de madeira com um a pequena faca. Estava longe da multidão, física e mentalmente e isso fe-lo especial.  

Seria este Sr  especial ou a eficiência dos médicos que por ali abundavam era tanta que só de olha-los comecei a sentir o efeito?????.....Fica a questão!



Uma coisa é certa. Dela tenho prova e não sonhei. Só não tive ninguém que me ajudasse a leva-la emprestada e retornasse comigo nela a S. Francisco para uma viagem no tempo, em anos que não vivi. 




AML


Friday, April 27, 2012

Workshop produtos caseiros - parte II


O SABÃO, a base dos detergentes caseiros

enquadramento histórico:


Os vestígios mais antigos da produção de materiais semelhantes ao sabão datam de cerca de 2800 a.C., na antiga Mongólia. Conhece-se uma tábua de argila datada de 2200 a.C. na qual foi escrita uma fórmula de sabão contendo água, álcali e óleo de canela-da-china.

O Papiro de Ebers (Egito, 1550 a.C.) indica que os antigos egípcios se banhavam regularmente e combinavam óleos animais e vegetais com sais alcalinos para criar uma substância semelhante ao sabão. Os documentos egípcios mencionam o uso de uma substância saponácea na preparação da lã para a tecelagem.
in wikipédia

para quem se quiser aventurar no fabrico do próprio sabão, aqui fica a receita

ingredientes:

balde de plástico*, luvas, colher de pau (ou mesmo um pau), forma plástica*
2 litros de água
4 litros de óleo usado
1kg de soda cáustica
ervas aromáticas a gosto/óleos essenciais

* tanto o balde como a forma devem ser de plástico, porque a soda cáustica corrói o metal.

dissolver a soda cáustica num litro água fervente. juntar o óleo lentamente e a restante água (ou macerações de plantas).
adicionar ervas ou óleos essenciais.
mexer durante 20 min.
colocar na forma plástica. 

durante o processo de diluição da soda cáustica deve ser usada uma máscara para a protecção dos gazes que são libertados e devemos usar roupa que proteja o corpo de eventuais salpicos (camisolas mangas compridas).

dá-se então o processo de SAPONIFICAÇÃO, que consiste na reacção química entre o ácido (existente no óleo vegetal) e uma base (soda cáustica). após a saponificação não restam vestígios da soda caustica.


quem tiver medo de reacções químicas pode optar por comprar os tradicionais sabões que são amigos do ambiente.


composto à base de óleo de côco, sem químicos

composto por gordura saponificada, água e silicatos

feito com ingredientes naturais e biodegradáveis


DETERGENTES

LOIÇA, para lavar à mão

2 chávenas de sabão (barra)
1,5 litros de água
½ chávena de limão
½ chávena bicarbonato de sódio

ralar ou picar o sabão, derreter  num litro de água morna (ou se der mais jeito, usar a varinha mágica para desfazer o sabão juntamente com a água).
acrescentar os restantes ingredientes (limão, bicarbonato sódio).
engarrafar.


WC
1litro de álcool
4 litros de água
3 chávenas de sabão caseiro
folhas eucalipto

deixar as folhas de eucalipto a macerar no álcool por 2 dias.
derreter o sabão até ficar dissolvido num litro de água morna.
separar as folhas de eucalipto do extracto alcoólico.
juntar todos os ingredientes e engarrafar.

et voilá!

CML
 

Workshop produtos caseiros - parte I


por curiosidade fui ver há quanto tempo surgiram os primeiros detergentes, derivados do benzeno, que não eram solúveis nem biodegradáveis, sendo ecologicamente danosos para o meio ambiente:
já lá vão cerca de 70 anos...

vou começar com algumas receitas mais simples e que já os nossos avós utilizavam.
a base é pois claro o VINAGRE e o LIMÃO

para mim a parte mais inconveniente neste processo é mesmo o cheiro do vinagre...
mas é algo a que nos podemos habituar...


LIMPAR FERRAMENTAS OXIDADAS
deixar as ferramentas mergulhadas em VINAGRE durante 12 horas.
limpar com uma escova.

quem diz ferramentas, diz outra coisa qualquer.

torneira e parafuso com verdete
 
deixei de molho da noite para o dia
 
ficou como nova, ou melhor, ficou limpa


DESINFECTANTE WC
antes de dormir, despejar um copo de VINAGRE na sanita, inclusive no próximo ao assento.
no dia seguinte a limpeza será muito mais fácil.


DESENGORDURANTE
usar uma solução de água e LIMÃO diluído em água morna.
*evitar usar limão em pedra mármore, porque mancha a pedra


LIMPEZA DO MICROONDAS 
um copo de VINAGRE ou sumo de um LIMÃO , ligar o microondas durante 3 minutos.
deixar arrefecer meia hora e passar um pano para remover a sujidade.



LIMPA VIDROS / ESPELHOS / AZULEJOS
misturar 5 colheres de sopa VINAGRE em meio litro de água morna.
usar jornal ou um pano de algodão para limpar.


REMOVER FERRUGEM DA ROUPA
sumo de LIMÃO e sal

misturar o sumo de LIMÃO com o sal até este se dissolver.
aplicar a mistura sobre a nódoa de ferrugem, deixar secar ao sol durante algumas horas.
remover a mistura e lavar a roupa.


AMACIADOR DE ROUPA 
meia chávena VINAGRE adicionada á lavagem da roupa funciona muito bem.


TAPETES
usar uma parte de VINAGRE para uma parte de água.
humedecer uma vassoura na mistura e esfregar o tapete.
se tiver manchas aplicar VINAGRE sobre o local e deixar secar.


boas limpezas.

CML

Thursday, April 26, 2012

mudaria alguma coisa...

... se eu acrescentasse a este pequeno espaço temporal mais 365 dias?

2 abril 2011
3 abril 2012





















muita coisa acontece e nos muda num ano, num mês e até num dia, numa hora…

como diz o Miguel Esteves Cardoso 

As pessoas têm de morrer; os amores de acabar.
As pessoas têm de partir, os sítios têm de ficar longe uns dos outros, os tempos têm de mudar.
Sim, mas como se faz? Como se esquece? Devagar. É preciso esquecer devagar.
Mas a tristeza só há-de passar entristecendo-se. Não se pode esquecer alguém antes de terminar de lembrá-lo. Quem procura evitar o luto, prolonga-o no tempo e desonra-o na alma.
A saudade é uma dor que pode passar depois de devidamente doída, devidamente honrada. É uma dor que é preciso aceitar, primeiro, aceitar. Para esquecer é preciso deixar correr o coração, de lembrança em lembrança, na esperança de ele se cansar.”

e foi isso que aconteceu. 
como vos tinha dito há uns dias: com jeitinho um dia acordo e ele é simplesmente aquele que um dia foi o homem da minha vida.

e dou este capítulo por encerrado.

CML

PARALISAR... a revolução?

na realidade é sobre o mês de abril que vos quero falar e sobre a importância que este mês passou a ter para mim...

há uma série de acontecimentos que me vêem a acontecer de há uns tempos para cá e a cronologia é muito simples:


2008 - breve estada no hospital da estefânia
2009 - inicio do fim da relação amorosa
2010 - breve estada no hospital de s. jose (tinha partido os dentes da frente)
2011 - fim da relação amorosa
2012 - breve estada no hospital de s. jose (estou com uma PFP)*


a relação bizarra destas datas é somente os dias e o mês me que ocorreram (sem poder precisar claro está a relação amorosa, mas sei que foi mais ou menos por essa altura do ano).

por volta dos dia 20-25 de abril acontece-me sempre alguma coisa:

- em 2008 tive alta no dia 25 de abril - já não fui a tempo de fazer nenhuma revolução, mas houve uma revolução em mim.

- em 2010 a revolução saiu à rua mas eu tive que ficar em casa com o lábio inchado e a meter gelo na boca...

- em 2012 decidi ficar em casa, a fazer caretas para o espelho, a encher as bochechas com ar, a assobiar, a franzir a testa ... e a tentar perceber porque raio me acontecem coisas estranhas em abril, por volta do dia 25.
* estou com uma paralisia facial periférica, não sei porquê, mas estou confiante que é uma coisa passageira.


para mim está claro, abril passou a ter uma certa carga, mas ainda estou para perceber qual é o lado positivo disto tudo, mas vou lá chegar um dia.

CML

PORTO, once again



por motivos de trabalho, as minhas idas ao Porto são cada vez mais constantes e até ao próximo ano, as minhas visitas vão ser regulares.


mas consigo sempre um tempinho para cirandar pela cidade.
não inovei muito nos caminhos, porque o tempo foi escasso, então decidi revisitar as ruas pelas quais me apaixonei da última vez que lá estive.

e numa das livrarias maravilhosas da Rua da Flores, aqui estava o aviso: 

 



passei novamente pela montra da retrosaria e vi "a tesoura", a tal, a que eu desejei mais que tudo quando a tive na minha mão em Lisboa e que custava mais do que eu estava disposta a dar por ela.



mas esta, deixei-a na montra e não a fotografei ao acaso.
fotografei-a só para vos mostrar o meu gosto em tesouras.


do outro lado da rua reparei numa mulher nua, branca, cabelo curto, sentada à janela como quem está a fumar um cigarro - até tem cinzeiro ao lado...


  
na janela em baixo, a fazer contraste, encurralado está o busto negro, bem definido e decapitado do macho.

quem sabe não criamos uma história a partir destas imagens ...?




ainda estou para perceber este fenómeno dos 'tripeiros' colocarem à janela manequins...
estes dois estão à janela do atelier da menina Ophelia... parece que é artista plástica.

e já agora, esta semana a boneca estava vestida assim


ou será melhor dizer despida?!
esta boneca transborda sensualidade...


tempo para descobrir outras montras, mas desta vez dentro de cafés e lojas.

Rua Galeria de Paris

este café é uma autêntica montra de antiguidades, onde não faltam brinquedos, telefones, balanças, placas de festivais, entre outros. vale a pena entrar, sentar e contemplar.


  


a entrada para a loja Vida Portuguesa

mais balanças...



  
e sabões









e piões com instruções




andava a ver piões para comprar um para poder praticar, para quando o D. cá estiver podermos fazer concursos e, finalmente, foi aqui que eu adquiri o meu por ter a certeza de que foi feito em Portugal, neste caso em Barcelos.



a saída da loja Vida Portuguesa
com vista para os clérigos e a promessa de um chá nas nuvens.



de regresso a casa, lá estava ele à minha espera, como quem me deseja uma boa viagem.
vejam lá se o descobrem.




CML

ACTIVAR


por cá algumas coisas estão a dar que falar e uma delas é um projecto pelo qual tenho algum carinho, respeito e muita admiração. Esse projecto é a Es.col.a da Fontinha no Porto que, muito resumidamente, se fundamenta numa ideia muito simples:
ocupar um espaço devoluto (uma escola antiga) para aí criar um espaço autónomo para desenvolver actividades educativas com e para a comunidade. um grupo de pessoas que se dedicaram a fazer os arranjos necessários para devolver este espaço à comunidade, desde a pintura, à instalação eléctrica, etc. a escola estava montada e com agenda de actividades. 
a comunidade agradeceu. a Câmara Municipal do Porto não.despejou-os, para além de ter destruído tudo o que lá estava dentro. e isto porque afinal um grupo de pessoas que se apropriou de um espaço abandonado e que servia de palco à decadência humana, resolveu pôr mãos à obra para ali criar um projecto educativo comunitário.
para além de agradecer, a comunidade juntou-se a eles. e eu também. e tantos outros.
Por isso, sexta feira, numa manifestação de apoio marcada à última hora em Lisboa, lá fui eu dar o meu apoio à Es.col.a da Fontinha.

sábado e domingo
decidi participar no encontro nacional dos movimentos sociais em Portugal e assitir aos debates porque a maior parte dos temas interessavam-me bastante.
foi bastante interessante perceber como estes grupos comunicam entre eles e se organizam (às vezes andam às turras e cheguei mesmo a assistir a birras, mas afinal somos todos humanos e o que interessa é fazer, agir, independentemente de como lá se chega).


ainda no sábado, fui novamente à manifestação em apoio à Es.col.a, desta vez à escala nacional. E foi verdadeiramente vergonhoso ver que cerca de 50 pessoas que se ali estavam de uma forma bastante pacífica, tiveram a companhia e escolta de pelo menos seis carrinhas carregadinhas de polícias de "corpo de intervenção", que em nada interviram, mas serviu para esplanar definitivamente a estratégia deles: estamos aqui para vos intimidar e aí de quem ousar sair da linha, leva logo uma cassetada!

domingo, antes de apanhar o comboio para o Porto, ainda tive tempo de ir assistir ao debate sobre a Es.col.a no ACTIVAR e fiquei a saber que os planos para dia 25 de abril eram de reocupação. iupi!
devo dizer que não fui à manifestação nem à reocupação, isto porque entretanto PARALISEI!
já explico porquê. a seguir vêm mais fotos do Porto.
CML

Saturday, April 21, 2012







Califórnia Trip - Santa Bárbara









Na nossa primeira refeição em Santa bárbara descobrimos que o cartão do Paulo tinha sido cancelado e fiquei preocupada o que valeu foi que o meu funcionou. Quando contactamos o banco fomos informados  que tinham tentado sacar 9000 dollares. Não queria acreditar!!!!!. O banco cancelou porque a tentativa foi no Vietnam o que levantou suspeitas.  Depois da situação resolvida aproveitamos  o grande calor, praia e mar.


Não sei se conseguem ver mas o barco hippie tem um tripulante que o guarda como se fosse  uma relíquia, e  para os seu donos deve ser mesmo. Está ancorado na zona "Livre de cobranças" o que me parece coerente.  Ao fim de muitas tentativas consegui finalmente fotografar um belo Pelicano que me regalou com as suas idas e vindas e voos e mergulhos durante uns bons 20 minutos.




Depois de azul, Terra firme com alguns edificios interessantes para visitar como este cujo grande salão tem a história da chegada dos Espanhois maravilhosamente pintada nas paredes.




E algumas ruas pitorescas






Com esculturas articuladas que nos permitem movimenta-las, dentro de certas limites está claro.














Pessoas que adoram cabines telefónicas e sonham ter uma pousada sobre calçada portuguesa à entrada da sua casa de sonho e barbearias antigas com formulas mágicas paa fazer crescer cabelos e até me atrevia a dizer: desenvelhecer alguns aninhos.






Mas o mais importanto foi o Que o paulo descobriu. Uma consciência politica que falta a muitos. Ora vejam:




Para o fim tinha de deixar a foto que mais gosto. Eu como não sei desenhar arranjei uma coisa assim assim, Ou assim assado e cozido!



AML

Friday, April 20, 2012









California Trip - 
The  Hearst Castle













Este é um lugar imperdível carregadinho de arte Europeia. 
O tipo era rico mas tb rico em dividas. por aqui passaram montes de "celebridades" mas ao que parece não usavam um dos locais que achei mais bonitos mas que nao consegui tirar foto que é a piscina Romana. Esta, da qual tenho foto, é a  Neptuno e é exterior com jardins laterais com uma vista invejavel . as fotos nao fazem justiça.








Ficam ainda os pormenores da parte interior de que gostei mais , que os grandes salões, recheados de tapeçarias, mobilias, pratas etc são impossiveis de fotografar .



















à Saida comecei a ser seguida por corvos ou algo parecido e estava espantada, o que é mesmo ao meu estilo, só depois me lembrei que ia com uma caixa na mão com o resto do almoço!!!! mas tb olha, aproveitei que estavam perto e Zaz.




Curioso é que nesse dia demanhã tinha tido um encontro com uma Gaivota mas ao contrário, ela fugia a 7 patas






Os encontros com animais não ficaram por aí, e ainda bem pois so temos oportunidade de os ver na natureza. Isto não são Pedras mas repousam como tal (parece que dormem até 13 horas por dia! Será verdade?






Para acabar, a visita ao Zoo sem grades,  foi o meu filhote que o descobriu a comer nas ervas, entre a Praia onde muitos repousam e a estrada onde muitos circulam




AML

Ps: nao liguem à pontuaçao e falta dela  etc porque alem de estar num pequeno portatil tb faço isto sem luz enquanto outros dormem. já para não falar do barulho no piso superior que nao acaba. eu julgava, ao inicio, que andava por aí um pica pau.....mas hoje já não é o dia do zoo que a esta hora já passei Sta Barbara e LA tb está quase a acabar!


Wednesday, April 18, 2012






CaliforniaTrip - Big Sur




Começámos a encher o carro e fomos à aventura pela Costa Central da california  que é bem verde e bonita ao contrário do que esperava pois para norte algumas das praias são feias. pelo menos para quem vem de um país lindo. 






A Paisagem é linda com a estrada sempre rente ao Pacifico. A cascata que antes corria directamente para o mar corre agora para uma pequena praia que se formou com uma grande derrocada de terras no seculo passado.  não se pode chegar lá o que a torna mais bonita ainda. e Belas pontes também





Depois de alguns kms de carro optamos por fazer caminhada e jogos  utilizando uns belos Walkie Talkies para receber pistas e seguir trilhos junto ao rio





Fim do dia e hora de jantar tivemos a sorte de escolher um restaurante com musica ao vivo, que alem de servir uma bela paproca tb tinha para nos agradar os olhos, este lindo elemento. 



Enquanto a mãe bebeu uma bela cerveja  o pai entreteve-se a desenhar para o filho.





No dia seguinte de partida para San simeon Cambria, encontramos parado,  enquanto o dono fazia compras,  este veiculo inegualável que não resisti a fotografar mais de perto para que possam ver em pormenor (veiculo e atrelado)






 Para já digo Adeus, como garanto que me disse este esquilo
AML